Bambu Mossô Planta Ornamental

Bambu mosso planta

O Bambu mossô é um tipo de bambu que possui rizomas leptomorfos, ou seja rizomas de bosques que nada mais são do fato de não formar touceiras como a maior parte dos bambus, permite que as pessoas consigam andar pelos espaços abertos. Os que formam estas touceiras possuem um rizoma paquimorfo.

A planta que é originária da Ásia, mais precisamente da China veio para o Brasil durante a colonização, em uma razão pela qual é possível o encontrar em diversos locais do país, sendo assim ele se adapta aos mais diversos climas e também as mais variadas atitudes. A sua floração poderá dificilmente ser vista. Neste tipo de espécie, que ocorre a cada 67 anos. Algumas outras espécies poderão demorar mais de cem anos para viver. É possível se perceber logo depois de sua floração que todo o bosque ou mesmo touceira morre por se gastar todos os seus nutrientes.

Tipos de solo para cultivo do bambu

O bambu mossô prefere muito mais solos que são bem permeáveis e férteis, principalmente quando são novos. Se desenvolvem melhor em sol pleno porém toleram interiores. Desde que é claro que estes sejam bem iluminados. As regas das plantas deverão ser realizadas semanalmente, e a planta deverá se reproduzir pela emissão de novos colmos pelo rizoma, que deverá interligar muitos colmos entre si. Por este motivo os primeiros colmos são mais finos, e a medida que eles aumentam sua grossura e altura também aumentam. A sua grossura de base da nova brotação deverá ser sua grossura definitiva e assim que se soltar as primeiras folhas não deverá mais crescer em altura.

A planta desenvolve dificilmente seus rizomas quando é plantada em vasos de interiores. Quando são plantados em jardins, seus rizomas costumam produzir novos colmos e ainda outros rizomas nos três primeiros anos de sua floração. Em campos abertos é possível que ele cresça em alturas de até 20 metros em linha reta, vivendo em média 12 anos.

Diversos exemplares poderão ser também curvilíneos que podemos encontrar á venda e são curvados pelas mãos humanas ainda novos para efeitos estéticos, e seus brotos servem para alimentação na culinária oriental.

Comentários

Comentários