Árvore da Felicidade

Árvore da felicidade

Diversos ditos populares, citam que a árvore da felicidade traz apenas felicidade quando é dada e nunca quando comprada.

Existem para se ter uma idéia, duas espécies de plantas que são bastante semelhantes e são chamadas de árvore da felicidade, a semelhança existente é tanta que a espécie chamada Polyscias guilfoylei é chamada de “macho” já a outra chamada de Polyscias fruticosa é considerada a “fêmea”.

Estas plantas são bastante cultivadas em vasos que variam de tamanho médio para grande, em ambientes internos. Em algumas culturas orientais a planta deverá ser dada como um presente, e possui ainda características específicas exalando um aroma bastante característico que acontece somente no final da tarde.

A planta ainda não tolera as baixas temperaturas, sendo assim é recomendada que somente se tenha esta planta em lugares de clima tropical e subtropical.

A planta também não tolera o vento, pois suas folhas acabam secando e a planta fica desidratada.

Este tipo de planta pode se desenvolver muito bem em ambientes que sejam sombreados, porém bem iluminados, podendo ser plantadas a meia sombra. E quando ela é plantada diretamente no solo, é recomendável que exista o plantio em locais onde não exista muito vento. Para que se possa garantir uma boa drenagem utilize a mistura que deve ser utilizada no solo a seguir. Esta mistura deverá contar com 1 parte de terra comum, uma parte de terra vegetal, 1 parte de compostos orgânicos, 1 parte de areia.

Quanto aos cuidados com a árvore da felicidade, é interessante que se realize regas mais frequentes no verão, pelo menos duas ou três vezes por semana, deve-se ainda se utilizar de regas mais espaçadas no inverno que devem ser feitas apenas uma vez por semana. Na falta de água a planta murcha e acontece uma queda nas folhas.

Este tipo de planta é bastante sensível a poluição e precisa de uma proteção contra o ar contaminado externo ou mesmo fumaças como de cigarros por exemplo. Quando o ambiente não for adequado, ela perde todas as suas folhas. O seu crescimento é bastante lento, e pode chegar a até 1,5 metros em interiores.

Comentários

Comentários